quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Quando nos arrependemos de pedir opinião

Como seria se o inventor da roda tivesse dado atenção á palpiteiros!
Esse tipo de pessoa faz questão de dar a sua opinião, parecendo ter um grande prazer de desencorajar o amigo, e não percebe o peso que suas palavras podem exercer ao futuro.

 Mas essas atitudes são mesmo tomadas por seres pré-históricos, que não progridem e nem permitem que outros á sua volta progridam, para que sua incompetência não seja tão aparente.
O jeito é fugir da presença desses seres!

Quando você tiver uma ótima idéia, uma direção, nunca procure alguém pra te encorajar, que você correrá o risco de terminar cheio de medo e dúvidas. Antes confie em si mesmo e se apoie somente em sua fé e em Deus, que é o único capaz te impulsionar pra cima e nunca empurrar pra baixo.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Àguas tranquilas

" O Senhor é meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente á aguas tranqüilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome" Salmos 23.1-4


 Que coisa boa quando estamos sufocados, angustiados,  "aguniados", como eu costumo falar, e encontramos um alívio, não é?
Isso serve pra muitas situações, tanto fisicas como espirituais.
Assim como hoje, aqui onde estou, que faz um calor quase que insuportável, e tudo o que meu corpo pede nesse momento é uma piscina com água bem fresquinha, pra eu poder mergulhar e não querer mais sair de lá, passar o dia todo.

Nosso corpo exige cuidados e quando não o atendemos os sintomas começam a aparecer, quando é calor, é preciso tomar muita água.
 Nossa alma também possui necessidades, ela exige que estejamos em comunhão com o seu criador, que é Deus, e se há falta de cuidado os sintomas aparecem, são eles: tristeza, angústia, depressão, complexos,e até doenças.

Por outro lado,quando se chama a Deus para estar perto, para entrar em seu coração, a pessoa quando ora recebe o mesmo alívio que se tem quando estamos com aquele calor, e mergulhamos numa piscina tranqüila, fresquinha....

Você consegue imaginar?