segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Não pise no meu pé!!



Você começa o seu dia e entra no ônibus na hora do rush, e apesar de quase não ter espaço para se mexer e a maior parte das pessoas ao seu redor terem um semblante fechado, você está ótima.
Tomou o seu banho antes de sair de casa, está pronto para um novo dia e até agora tudo está correndo muito bem. De repente as portas do ônibus se abrem e do seu lado alguém tenta descer neste ponto, e acidentalmente pisa no seu pé... de repente você se torna numa outra pessoa. Uma raiva começa a subir, e apesar de você não ter coragem de falar nada, o seu rosto mostra exatamente as palavras que passam na sua mente. Naquele momento a alegria do novo dia já desapareceu, você não ouve mais os pássaros a cantar, e o resto do seu dia já se estragou.

Já se sentiu assim? Este exemplo fala desse tipo de pessoa que têm um carácter maravilhoso, até pisarem nos seus calos. É fácil mostrar que você é um Cristão quase perfeito enquanto as coisas correm exatamente do jeito que você quer e de acordo com os seus planos. Mas qual é a sua reação quando as pessoas lhe ofendem? Talvez você se oferece como uma melhor amiga só enquanto aquela pessoa se comporta da forma esperada. Mas no dia que aquela pessoa desapontar você, imediatamente você se torna numa pessoa diferente.
Na verdade, você só conhece quem a pessoa realmente é quando as coisas vão contra o que ela espera.

Quando tudo está bonito e rosadinho, você só mostra o seu lado bom, mas o seu interior é sempre exposto quando as pessoas desapontam-lhe inesperadamente, sem intenção, ou quando propositadamente lhe magoam. É neste momento que se pode ver quem você é e também as suas intenções.
É também nesta altura que muitas pessoas se voltam contra o próprio Deus.

Quantas pessoas só são “convertidas” até ao ponto de alguém pisar nos seus calos; e é nessa mesma altura que você se pergunta: De onde veio essa reação? Veio do que está dentro de seu coração.
Talvez você tem todas as palavras e atitudes certinhas para mostrar quem lhe rodeia que você é de Deus; mas isto não significa nada porque não revela o seu verdadeiro interior.
Você só realmente pode dizer que é de Deus quando apesar de ser vitima de todo o tipo de injustiças, você continua com a mesma capacidade de amar aqueles que lhe ferem.

O que está realmente dentro do seu coração?