quinta-feira, 5 de agosto de 2010

À Ele a honra, á Ele a gloria



" Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste;
Que é o homem mortal para que te lembres dele?E o filho do homem para que o visites?
Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste" Salmos 8:3-5

Neste versículo Davi expressa um sentimento comum entre os cristãos. Um reconhecimento de que não somos nada diante de Deus, que fez os céus e a Terra, a quem nós dependemos plenamente e a gratidão por tudo o que Deus é ou representa para nós.

E além desse sentimento existe nesse versículo a afirmação de que, apesar de aparentarmos pequenos diante de Deus, Ele nos fez um pouco menores do que os anjos, e nos coroou de glória e de honra. Que coisa gloriosa!

Esse equilíbrio é fundamental para o sucesso de qualquer pessoa. Reconhecimento e auto-confiança.
A auto-confiança lhe ajudará a usar a fé, orar e determinar resposta de Deus, lutar contra a situação difícil sem aceitar a derrota, saber que temos potencial para sermos vitoriosos em todas as nossas atitudes; enquanto que o reconhecimento de que não somos nada nos permite nos humilharmos diante de Deus e termos o coração disposto para Ele nos usar. Assim estaremos maleáveis para que Deus nos molde de acordo com a sua vontade. Não existe dificuldade para isso desde que  pessoa esteja disposta.

Devemos confiar de somos capazes de testemunhar a grandeza de Deus e seu poder em nossas vidas, tendo humildade para sempre associar á Ele o mérito de nosso sucesso.

1 comentários:

Ana de Matos disse...

Muito legal, como todos os seus posts, simples e claro, uma boa palavra para se meditar, para sair pensando...
Um beijo.